Fazer cotação
Commodities e a logística no Brasil: Saiba tudo a respeito
Artigo 22/11/2022

Commodities e a logística no Brasil: Saiba tudo a respeito

Postado por: Alex Heleodoro

img-news

Acompanhe este artigo e descubra tudo o que você precisa saber sobre a commodities e sua logística no Brasil. Aproveite para tirar suas dúvidas a respeito.

As commodities são fundamentais para o desenvolvimento do comércio exterior mundial.

Quando observamos o transporte marítimo, por exemplo, notamos mercadorias sendo negociadas em volumes enormes, inclusive como carga a granel pelo mundo inteiro e são as commodities que fazem com que esse processo aconteça.

O artigo a seguir tem como objetivo detalhar as principais questões a respeito da commodities, como: o preço, os principais tipos e muito mais. Continue conosco.
O que são commodities?

Mercadorias de commodities e a logística

As commodities são mercadorias de origem agropecuária ou de extração mineral, em estado bruto ou pequeno grau de industrialização, produzidos em larga quantidade. Seus preços são definidos pela lei da oferta e procura e sua marca não são fatores relevantes ao agregar valor à mercadoria. Normalmente são mercadorias de baixo valor agregado e podem ser estocadas em abundância, sem perda ou prejuízo na qualidade.

  • Soja;
  • Petróleo;
  • Celulose;
  • Milho;
  • Carne;
  • Madeira;
  • Minério de ferro;
  • Manganês;
  • Bauxita;
  • Algodão;
  • Açúcar;
  • Farelos de milho e Farelo de Soja;
    Dentre outros.

Outra curiosidade a respeito, é que as commodities são precificadas em moeda fixa, qual seja, em dólar, e seu valor é tabelado conforme a demanda.

Por se tratar de mercadorias de interesse mundial e conter um volume de exportações muito alto, podemos deduzir como o Brasil é um forte exportador de commodities agrícolas.
Como é a exportação de commodities no Brasil?
Conforme os dados das Nações Unidas para alimentação e agricultura, o preço financeiro que o Brasil movimentou é de US$ 55,4 bilhões, colocando o Brasil entre os 5 maiores produtores agrícolas do planeta.

Ficando assim, apenas atrás da França, Alemanha, Holanda e os Estados Unidos, isso para o ano de 2021.

Portos brasileiros de commodities e a logística

Por mais que pareça uma atuação fora da curva, para o Brasil, não se trata de uma média extraordinária, uma vez que o país se encontra entre os maiores exportadores de commodities do mundo há anos no setor da agricultura.

E é neste segmento da agricultura, que envolve a soja, carne bovina, açúcar, milho e café, que o Brasil tem destaque internacional.
Quais os principais portos brasileiros para realizar a logística de exportação?
Dentre os principais terminais portuários do Brasil para realizar a logística de carregamento e descarregamento das mercadorias, temos os seguintes portos:

  • Porto da Madeira
  • Porto de Santos;
  • Porto de Tubarão;
  • Porto de São Sebastião;
  • Porto de Angra dos Reis;
  • Porto de Paranaguá;
  • Porto de Itaguaí;
  • Porto de Itaqui;
  • Porto de Açu;

A maior quantidade de tráfego de mercadorias é realizada pelo transporte marítimo nas modalidades Bulk (a granel) e Break Bulk (carga geral), pois é uma forma de viabilizar e agilizar a logística com estas modalidades, uma vez que a maioria dos países possui portos especializados em embarque e desembarque de commodities, mas modalidades citadas acima.
Como é a logística da exportação de commodities no Brasil?
A logística da exportação de commodities no Brasil em sua maioria é realizada pela via marítima, em seguida vem a via rodoviária, ferroviária e a via aérea.

A maioria das commodities no Brasil, são exportadas por mais de um tipo de modal, tendo em vista a distância da produção até os portos do Brasil.

E, é neste fator que o país ainda tem que melhorar muito para agilizar a logística e economizar ainda mais com o frete, que muitas vezes, pelo preço alto, acaba inviabilizando a exportação.

Quais são os principais tipos existentes de commodities?

Os tipos de commodities para exportação podem ser dividido em:

Agrícolas ou agropecuárias – soja, frango, açúcar, milho, boi, trigo e o café;
Minerais – minério de ferro, petróleo, ouro, gás, etc;
Financeiras – Dólar, Euro, Real, Libra e outras moedas;
Ambientais – água, madeira, créditos de carbono;

Vale a pena exportar commodities?

Com certeza! O negócio de exportação de commodities é de suma relevância para o progresso e avanço do comércio global.
Existem ainda muitas oportunidades para abertura de novos mercados e consequentemente no aumento das exportações brasileiras.

Pensando nestas oportunidades, mesmo que o valor das commodities sejam determinados pelo mercado global e que muitas vezes o valor das mercadorias sejam de baixo valor agregado, as exportações de commodities beneficiam muitos setores que mesmo indiretamente participam da cadeia de fornecimento de produtos e serviços para que estas exportações sejam realizadas.

Para tanto, é de suma importância que ao realizar as devidas negociações de commodities de exportação, você tenha um agenciador de mercadorias (Broker) que esteja ciente de todas as tramitações que o mercado exige e um agente de cargas especializado em transporte de commodities.

Dica de leitura: SECA NOS EUA GERA OPORTUNIDADE PARA PRODUTORES BRASILEIROS DE SOJA

Quer exportar ou importar produtos? Então entre em contato com um de nossos especialistas da Marco Polo Multimodal através deste link, para dar um início às suas importações e exportações. Se preferir, entre em contato com nossos especialistas pelo endereço de e-mail comercial@marcopolomultimodal.com.br ou nos chame no WhatsApp no número (48) 9 9983-0474.

Ficaremos muito contentes em te ajudar!?