Fazer cotação
Artigo 31/07/2023

DESCOMPLICANDO O FECHAMENTO DE CÂMBIO NO COMÉRCIO INTERNACIONAL

Postado por: Gabriela Soares

img-news

No contexto do comércio internacional, o fechamento de câmbio é um termo frequentemente utilizado, mas nem sempre compreendido em sua totalidade.

 

Neste artigo, vamos descomplicar o conceito de fechamento de câmbio, explicando o seu significado, importância e como ele se aplica nas operações de importação e exportação.

 

O que é o fechamento de câmbio? 

 

O fechamento de câmbio é o processo pelo qual uma instituição financeira converte uma moeda estrangeira em moeda nacional (ou vice-versa) para realizar uma transação no mercado internacional. Ele envolve a compra ou venda de moedas estrangeiras e a determinação da taxa de câmbio aplicável.

 

No contexto do comércio internacional, o fechamento de câmbio é fundamental para a realização de operações de importação e exportação. Quando uma empresa importa mercadorias de um país estrangeiro, precisa adquirir a moeda estrangeira correspondente para efetuar o pagamento ao fornecedor. Da mesma forma, no caso de exportação, a empresa precisa converter a moeda estrangeira recebida pela venda de seus produtos em moeda nacional.

 

Importância do fechamento de câmbio

 

O fechamento de câmbio é importante por várias razões. Primeiramente, ele permite às empresas realizar transações internacionais, facilitando o comércio global e a expansão dos negócios. Além disso, o fechamento de câmbio é crucial para a gestão financeira e a mitigação de riscos relacionados à flutuação das taxas de câmbio.

 

Quando uma empresa planeja importar ou exportar, precisa considerar o custo das mercadorias em moeda estrangeira e a taxa de câmbio vigente. As oscilações nas taxas de câmbio podem afetar significativamente os custos e a lucratividade das operações. Por isso, o fechamento de câmbio permite às empresas garantir uma taxa de câmbio fixa por meio de contratos ou acordos cambiais, reduzindo a exposição aos riscos cambiais.

 

Como funciona o fechamento de câmbio? 

 

O processo de fechamento de câmbio normalmente ocorre por meio de uma instituição financeira, como um banco ou uma corretora de câmbio autorizada pelo Bacen. Primeiramente, a empresa entra em contato com o banco ou corretora para informar a transação a ser realizada e a moeda envolvida. Com base nesses dados, o banco ou corretora fornecerá uma cotação da taxa de câmbio aplicável.

 

Uma vez aceita a cotação, a empresa precisa fornecer os documentos necessários para a operação que poderão ser uma cópia da Fatura comercial e conhecimento de transporte internacional (AWB, BL ou CRT), extrato do Registro de Exportação (RE) ou a Declaração de Despacho de Exportação (DU-E) para fechamentos de câmbio de exportações e quando importações uma cópia da Fatura comercial e conhecimento de transporte internacional (AWB, BL ou CRT), o Extrato do Despacho de Importação (DI) ou a Declaração Única de Importação (Duimp).

 

Poderão ser solicitados outros documentos para a realização do fechamento de câmbio, conforme a necessidade do banco ou da corretora.

Esses documentos comprovam a natureza e o valor da transação, sendo essenciais para o  fechamento de câmbio.

 

Com os documentos em mãos, a empresa, o banco ou corretora formalizam o contrato de câmbio, que estabelece os termos e as condições da operação, incluindo a taxa de câmbio, a data de liquidação e os valores envolvidos. Após a assinatura do contrato, o banco ou a corretora realiza a conversão da moeda estrangeira em moeda nacional ou vice-versa, de acordo com as instruções da empresa.

 

Uma vez concluído o processo de fechamento de câmbio, a instituição financeira transfere os recursos para o beneficiário estrangeiro no caso de importação ou para a conta da empresa no caso de exportação. Essa transferência pode ser realizada por meio de remessas internacionais, transferências bancárias ou outros mecanismos de pagamento internacional.

 

É importante ressaltar que o fechamento de câmbio não se resume apenas à conversão das moedas. Ele também está relacionado ao cumprimento das obrigações legais e regulatórias impostas pelas autoridades monetárias de cada país. Essas obrigações podem incluir o registro das operações cambiais, a apresentação de documentos de suporte e o pagamento de impostos ou taxas relacionados às transações.

 

Falando em autoridades monetárias, foi sancionada em 30 de dezembro de 2021 o Novo Marco Legal do Câmbio, a Lei 14.286 que dispõe informações sobre mercado de câmbio brasileiro, capital brasileiro no exterior, capital estrangeiro no País e prestação de informações ao Banco Central do Brasil.  

 

O Marco Cambial moderniza, simplifica e consolida a legislação do mercado de câmbio e de capitais internacionais no país possibilitando uma maior fluidez a esse mercado.

Com a entrada em vigor do Novo Marco Legal do Câmbio, várias atribuições do Conselho Monetário Nacional (CMN) passam para o Banco Central. Como regular operações de câmbio, contratos futuros de câmbio usados pelo Banco Central para evitar especulação com o real (swaps) e a organização e fiscalização de corretoras de valores de bolsa e de câmbio.

 

Como este assunto é técnico e muito longo, falaremos um texto em outro momento, porém se quiser conferir na íntegra a, segue o link com Lei 14.286/21

Dicas para o fechamento de câmbio eficiente

 

Planejamento

Planeje com antecedência suas operações de importação e exportação, levando em consideração a volatilidade das taxas de câmbio e as necessidades de recursos financeiros.

 

Pesquisa de mercado

Realize pesquisas e acompanhe as flutuações das taxas de câmbio para obter a melhor cotação possível.

 

Parceria com instituições financeiras confiáveis

Estabeleça parcerias com instituições financeiras confiáveis e experientes no mercado cambial, que possam fornecer suporte e orientação especializada.

Utilização de instrumentos de proteção cambial: Avalie a utilização de instrumentos financeiros, como contratos futuros ou opções de câmbio, para proteger-se contra as variações cambiais.

 

Monitoramento constante

Mantenha-se atualizado sobre as tendências do mercado cambial e monitore regularmente as taxas de câmbio para tomar decisões informadas.

 

O fechamento de câmbio desempenha um papel fundamental no comércio internacional, permitindo às empresas importar e exportar mercadorias de forma eficiente e segura. Ele envolve a conversão de moedas estrangeiras em moeda nacional (ou vice-versa) e ajuda a mitigar os riscos cambiais. Ao entender o processo de fechamento de câmbio e seguir as melhores práticas, as empresas podem realizar transações internacionais com maior tranquilidade, facilitando-o crescimento e o sucesso no mercado global.

 

Em conclusão, o fechamento de câmbio é um processo essencial no comércio internacional, pois permite às empresas importar e exportar mercadorias de forma eficiente e segura. Além de envolver a conversão de moedas estrangeiras em moeda nacional (ou vice-versa), ele desempenha um papel fundamental na mitigação dos riscos cambiais. 

 

Ao compreender o processo e seguir as melhores práticas, as empresas podem realizar transações internacionais com maior tranquilidade, facilitando o crescimento e o sucesso no mercado global. É crucial um planejamento adequado, pesquisa de mercado, parcerias confiáveis e a utilização de instrumentos de proteção cambial. 

 

Além disso, o monitoramento constante das tendências do mercado cambial é fundamental para tomar decisões informadas. Ao adotar essas abordagens, as empresas podem descomplicar o fechamento de câmbio e obter resultados positivos em suas operações comerciais internacionais.

 

Quer exportar ou importar produtos?

Então entre em contato com um de nossos especialistas da Marco Polo Multimodal através deste link, para dar um início às suas importações e exportações.

Se preferir, entre em contato com nossos especialistas pelo endereço de e-mail comercial@marcopolomultimodal.com.br ou nos chame no WhatsApp no número 

(48) 9 9983-0474. Ficaremos muito contentes em te ajudar!?